As novas notas… ou a falta de racionalidade…

Ei-las! Estão aí para nos lembrar que o dinheiro não é nosso e que todo o que desbaratamos mais cedo ou mais tarde vamos ter de o devolver com juros.

imageSejamos racionais e vamos defender o que ainda é nosso; A nossa dignidade e o orgulho de sermos portugueses e não uma colónia da Europa que para além de nos desprezar ainda nos explora com o cinismo característico dos políticos e daqueles que lhes estão acima, o poder economicista desregrado.

Enquanto formos tratados como os coitadinhos da europa e não abrirmos os olhos à tremenda usura de que estamos a ser vítimas com a complacência dos nossos políticos então seremos sugados até ao tutano e mais tarde abandonados como um osso velho que nem um cão esfomeado quer.

“Eles” já deram sinais do seu querer, da sua vontade de nos asfixiar com as taxas monstruosas que aplicam aos empréstimos nos concedem. Chegam mesmo a dizer que é um grande negócio “investir” com a aquisição das dívidas dos países dado o elevado rendimento que tiram.

Sem pretensiosismos o que se aproxima é óbvio, ou a europa encontra uma formula de entendimento e de fim de manipulação das economias dos países periféricos ou tem os dias contados.

A ver vamos…

1 comentário:

  1. Portugal deveria abandonar o euro. Seria o melhor para sua própria economia.

    ResponderEliminar

Naturoterapias - Medicinas Tradicionais