Lulzsec Reborn e outros grupos querem manter vivo o mundo de hacktivismo…

Lulzsec Reborn e oturos grupos querem manter vivo o mundo de hacktivismo Nomes como Lulzsec Reborn, MalSec e SpexSec são apenas alguns dos que nasceram recentemente. O seu objectivo é manter o hacktivismo vivo.


Passaram sensivelmente três meses desde as detenções ligadas ao grupo LulzSec.
Estes novos grupos têm como missão reorganizar os hacktivistas. Em Portugal os LulzSec Portugal também voltaram aos defaces (aqui e aqui) e é uma possibilidade que os continuem a fazer à semelhança dos grupos internacionais que se estão a (re)unir.

Mesmo assim, as acusações e processos crime continuam, tendo um membro dos LulzSec sido condenado recentemente por ataques a X-Factor (PBS). A pessoa alegadamente terá colaborado com os LulZsec entre Abril e Junho de 2011, indica o relatório.

Recentemente os ataques têm vindo a aumentar novamente e isso é caso a alegria de uns e o desespero de outros. Os LulzSec Reborn atacaram um serviço relacionado com o Twitter onde se partilhavam gifs animados.

Já o grupo The Wiki Boat divulgou dados do Departamento da Defesa dos Estados Unidos num pastebin sob a alçada da Operation New Soon.

Com os ataques a aumentar um pouco por todo o mundo e o FBI sem “conseguir entrar na darknet” como alguns afirmam, estamos a um passo de uma nova revolução digital como aconteceu no final do ano passado?

Fonte: Tugaleaks

image

Sem comentários:

Enviar um comentário

Naturoterapias - Medicinas Tradicionais