A Democracia está enferma!

O longínquo dia 25 de Abril de 1974 esfumou-se da memória dos "velhos" e hoje nada diz aos "novos".

Depois de se valorizar a liberdade e a indendência descobrimos que fomos enclausurados numa gaiola dourada com guardas de gravata.

Alimentaram-nos o ego ocultando-nos os seus mais ignóveis intentos, tomar o poder e a política manipulando uns e outros e o verdadeiro poder começou a aperceber-se de forma indelével.

Agora, porque finalmente foram “tocados” pela ganância de dinheiro e poder revelam-se como salvadores das economias mundiais sem para isso assumam a sua responsabilidade na verdadeira crise que criaram.

Os povos não são mais do que um peão no xadrês do poder económico que domina os demais poderes instituidos. Somos apenas carne para canhão da qual se vão servir a seu bel-prazer, esvaziando-nos de humanidade e de sensibilidade tornando-nos incapazes de reagir aos seus avanços sedentos de sangue, do nosso.

Hoje, dia 25 de abril de 2011, volvidos 37 anos, vemos que Portugal está doente, a Democracia está doente e no entanto continuamos cada vez mais divididos.

Nós portugueses precisamos de unir forças e derrubar o imobilismo e acabar com a senilidade política. Acomodamo-nos ao status quo e deixamos que nos digam o que pensar e o que fazer.

Portugal precisa de nós todos, porque só nós temos a capacidade de curar a democracia. Temos de apoiar a nossa economia consumindo apenas o que produzimos. Temos de dar trabalho apenas a nós portugueses que nos levantamos todos os dias para trabalhar sem estarmos à espera de louvores. Temos de estar atentos aqueles que nos querem retirar o fruto do nosso trabalho. Temos de ser humildes e pensar que em tempo de crise devemos aproveitar as oportunidades que se nos apresentam. Temos de acabar com a criminalidade denunciando. Temos de deixar de sustentar os parasitas estrangeiros e nacionais com subsídios e regalias.

Portugal é dos portugueses e de todos aqueles que se comprometem a fazer crescer o país de igual modo que os demais.

Vamos curar Portugal para que a Democracia possa perdurar para todo o sempre.

clip_image002

Sem comentários:

Enviar um comentário

Naturoterapias - Medicinas Tradicionais