História da depilação dos homens…

Desabafos de um quarentão em crise existencial.....

image"Este ano reparei numa coisa na praia. Toda a gente parece que faz  depilação. E por toda a gente entenda-se miúdos de 18 anos, coisa que eu quero desesperadamente parecer.

Olho para o meu grupo de amigos: temos todos barriga de cerveja, a maioria ou é careca ou está para ser e, pior ainda, temos pêlos nos sovacos. E parece que ter pêlo no sovaco é coisa de velho.

Vai daí, decido no outro dia entrar nesse fascinante mundo novo da depilação masculina.

Saco da minha Gillete e do meu aparador de cabelo e começo a minha  demanda.

Dura aproximadamente duas horas, e no fim tenho a casa de banho com pintelhos até na minha escova de dentes.

Mas desde logo noto a evidente mudança: a minha pila parece visivelmente maior atingindo facilmente os 25 cm.

Com os pêlos do peito cortados pareço 20 quilos mais magro. E os tomates roçam de alegria um no outro, pela primeira vez desde os meus doze anos

Rapidamente quero mostrar ao mundo a minha nova imagem, razão pela qual usei durante uma semana t-shirts de gola em bico até ao umbigo, e calças de cinta descida.

O pior no entanto ainda estava para vir. Uma semana depois do meu novo look, os pêlos começaram a querer crescer.

Neste momento, não consigo caminhar dois passos sem ter que coçar os tomates.  Não consigo sequer juntar as pernas, pelo que pareço alguém que foi enrabado há dois minutos (imagem à qual t-shirts com gola em bico não ajudam.

É impossível usar cinto de segurança, porque me toca no peito, e eu tenho  alguns 2000 pêlos encravados, incluindo nos mamilos.

Para a próxima, quando quiser parecer jovem e na crista da onda, começo  mas é a fumar ganzas.”

Sem comentários:

Enviar um comentário

Naturoterapias - Medicinas Tradicionais