Os criminosos somos nós...

Segunda Feira, 10 Mar 2008 23:17:34 +0000

Uma colisão frontal entre uma bicicleta e um automóvel, na última madrugada, resultou na morte de um adolescente de 15 anos, residente na Freguesia da Palhaça, Oliveira do Bairro. O condutor do automóvel, que acusou uma taxa de alcoolemia de 1,31 gr/l, não tinha carta e enfrenta uma acusação de homicídio por negligência. O acidente ocorreu cerca das 02h35 no lugar de Águas Boas, na estrada que liga Oiã à Palhaça. As marcas deixadas na estrada pelo automóvel que seguia em sentido contrário indiciam que viria a circular contra-mão, numa zona de curva ligeira, colhendo o jovem Bruno Miguel ainda na sua faixa de rodagem. O menor foi projectado 20 metros.O automobilista, de 30 anos e residente em Bustos, foi detido e presente ao tribunal. Foi libertado e agora é suspeito de um crime, cuja pena varia de três a cinco anos. Os pais do menor ficaram em estado de choque. "Não conseguem falar", explicaram os amigos que ontem os amparavam. Daniel Alves, de 17 anos, foi o último amigo a falar com o Bruno, antes de abandonar a festa às 02h10. "O pai ligou-lhe para regressar e eu ainda lhe disse para esperar que íamos os dois juntos", recordou, bastante chocado com a morte do amigo. Na memória está o entusiasmo do amigo que foi para a festa com 3,5 euros no bolso e gastou 3 na entrada. Ficou com 50 cêntimos para beber um sumo.Os familiares e amigos de Bruno, recordam-no como um jovem que trocou a paixão do futebol – jogou nas camadas jovens do Águas Boas – pelo downhill, onde chegou a participar em algumas provas. Sem carta, taxa de alcoolemia de 1.31 matou um miudo de 15 anos e o juiz mandou-o em liberdade?! COMO È POSSIVEL???

Na minha terra costumamos dizer que é tão ladrão o que rouba como o que fica à porta. Aqui, o que dizer de quem o libertou?... Quem é que é o criminoso?

Sem comentários:

Enviar um comentário

Naturoterapias - Medicinas Tradicionais